Ciência Gera Conhecimento - [ Conheça ]

Português > Eventos > 2016 > Homenagem a Angelo da Cunha Pinto


Homenagem a Angelo da Cunha Pinto

No dia 2 de dezembro, foi celebrado, na sede da Academia Brasileira de Ciências (ABC), o aniversário do prestigiado Acadêmico Angelo da Cunha Pinto , querido por toda a comunidade científica e falecido em 2015. Nesta data, ele completaria 68 anos. Foi realizado um simpósio em que colegas e alunos fizeram apresentações relativas à sua obra.

Angelo da Cunha Pinto foi professor e pesquisador do Instituto de Química da UFRJ e destacou-se na área da química de produtos naturais brasileiros. Foi atuante membro da ABC, onde participou por vários anos da Comissão de Seleção e do Conselho Consultivo, além de congressos e workshops.

Participou, também, ativamente de outras organizações que se destacam por sua luta pela melhoria das condições de pesquisa no Brasil, como a Sociedade Brasileira de Química, da qual foi presidente.

Conforme afirma o também Acadêmico Vitor Francisco Ferreira , colaborador e amigo do professor, "foi uma oportunidade para nos encontrarmos tendo como tema central a vida e a obra do Angelo, sob o olhar de diversos amigos, admiradores e colaboradores."

Confira abaixo o texto escrito por Vitor Francisco Ferreira, Maria Domingues Vargas  e Jailson Bittencourt de Andrade , também membros da ABC:

"Somos muitos, pois ele tinha uma visão que ia muito além de qualquer contorno da sociedade. Era um farmacêutico com coração de químico. Suas linhas de pesquisa se estenderam em vários domínios da Química Orgânica e de Produtos Naturais. Isolou muitos produtos naturais de uma variedade de espécies de plantas e desenvolveu diversos métodos sintéticos que levaram à obtenção de várias substâncias bioativas. Sua ação como cientista e formador de recursos humanos é bem conhecida, assim como seu ativismo em prol da comunidade científica e sua paixão pela SBQ. Porém, menos conhecidas, mas também suas paixões, foram a divulgação científica e o apoio ao ensino de química no nível médio. Ele acreditava que a sociedade precisava entender mais de ciência para poder valorizar o trabalho do cientista brasileiro.

Isso, e muito mais, sobre a vida de Angelo, foi apresentado por colegas. Será uma data para celebrarmos a vida e obra desse grande cientista. Contamos com sua presença."

Programação



Eventos


webTexto é um sistema online da Calepino