Ciência Gera Conhecimento - [ Conheça ]

Português > Notícias > CBPF inaugura maior grafite de ciência do mundo!


DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA

CBPF inaugura maior grafite de ciência do mundo

  • Compartilhe:

Publicado em 7/06/2018

O "Mural-Grafite da Ciência" é o mais novo projeto do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF) e consiste numa manifestação de arte urbana totalmente dedicada à ciência. O grafite, que ocupa uma área de 240m² de um muro externo da instituição, promove a valorização da ciência no Brasil e é também uma tentativa de atrair jovens para a carreira científica.

A arte do mural divide-se em oito partes temáticas. São elas: abstração e mistério; curiosidade e criatividade; construindo o conhecimento; passado, presente e futuro; do nano ao macro; construtores da ciência; a partícula que mudou o Brasil; e em busca de mais...

Na área de destaque "Contrutores da Ciência", mulheres e homens que contribuíram para implantação e avanço da pesquisa científica no Brasil são homenageados. Nesta área, estão ilustrados os rostos de 100 cientistas e garantir a representação de cientistas mulheres foi uma das preocupações na execução do projeto. Ao todo, 19 mulheres estão representadas, sendo cinco brasileiras. É importante ressaltar que, no mural, o termo brasileiro/brasileira se aplica não só a nativos, mas também a estrangeiros que trabalham e fizeram carreira em nosso país, como por exemplo a agrônoma tcheca Johanna Döbereiner , primeira personagem do mais novo projeto da ABC, "Ciência Gera Desenvolvimento".

Enigmas
O ‘Mural-Grafite da Ciência’ traz um conceito inovador de interação com o público: ao longo de sua extensão (cerca de 70 m), estão escondidos diversos enigmas, sob a forma de imagens isoladas ou que se relacionam entre si.

A interação do CBPF com o público será feita por meio de uma palavra-chave que deverá ser digitada em um local específico da página do portal (http://www.grafiteciencia.cbpf.br/), a qual será inaugurada juntamente com o mural e terá versão em inglês. Em caso de acerto, isso irá ‘destravar’ o enigma, revelando-o.

Para os enigmas de maior dificuldade, o internauta deverá não só usar a palavra-chave, mas também explicar, na página do portal, como ele entende a figura enigmática em questão. O CBPF pretende interagir com o público (portal e mídias sociais). Aqueles que acertarem os enigmas mais complexos serão premiados pela instituição.

“A iniciativa de esconder enigmas no mural permite provocar a sensação de descoberta nas pessoas. Ou seja, a mesma pela qual passam cientistas e artistas em suas atividades”, disse o físico experimental Ronald Shellard , diretor do CBPF e membro titular da ABC.

Realização
A leitura artística e a realização do grafite são da jovem artista plástica Gabi L. Tores, estudante do curso de Artes Visuais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Gabriela, 22 anos, tem trabalhado como artista plástica e ilustradora. É especializada em desenho e pintura pela Sociedade Brasileira de Belas Artes.

“Conheço e estudo diversos murais-grafites no Brasil e no mundo. Eu me apaixonei pelo projeto quando percebi que essa interação com o público seria única e estávamos trazendo um conceito inovador para esse tipo de arte urbana. Esse trabalho me permitiu ver o mundo de outra forma. Em especial, perceber o valor da ciência e de como ela está tão próxima de nós, mas, às vezes, nem percebemos”, disse a artista.

Apoiadores
Innovation Norway
Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS)
Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Computação Científica (FACC)
Angular Tecnologias
Hinaje Filmes


(Juliana Salles, com informações do CBPF, para NABC)



webTexto é um sistema online da Calepino