Ciência Gera Conhecimento - [ Conheça ]

Português > Notícias > ABC participa de reunião em Londres


ABC INTERNACIONAL

ABC participa de reunião em Londres

  • Compartilhe:

Publicado em 23/02/2018

O IAP-Research, braço executivo da Rede Global de Academias de Ciências (IAP – The InterAcademy Partnership) e responsável pela promoção de estudos de interesse global desenvolvidos por encomenda de agências internacionais ou governos, realizou em Londres, em 8 de fevereiro, reunião de seu comitê executivo. A Acadêmica Elisa Maria da Conceição Pereira Reis  representou a Academia Brasileira de Ciências (ABC) no encontro, que teve por objetivo estabelecer uma visão de longo prazo para a organização, discutindo projetos prioritários para os próximos anos e potencias financiadores.

Como o IAP passou por um processo de reestruturação, com os antigos IAP (InterAcademy Panel), IAC (InterAcademy Council) e IAMP (InterAcademy Medical Panel) passando a se denominar, respectivamente, IAP-Science (IAP-S), IAP-Research (IAP-R) e IAP-Health (IAP-H), agora todos sobre a égide do novo IAP (InterAcademy Partnership), os membros do comitê executivo dedicaram a parte inicial da reunião para discutir as especificidades desta nova organização. Também foi debatido que tipo de programa deve ser desenvolvido por cada um dos braços da Rede Global de Academias. Os presentes à reunião indicaram que a assembleia geral do novo IAP, a ser realizada em Seul, em 2019, deve precisar essas novas diretrizes.

Na reunião também foi discutido um dos principais projetos do IAP-R em andamento: O "Improving Scientific Input to Global Policymaking and the Sustainable Development Goals". Com financiamento da Carnegie Corporation of New York, o projeto foca nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e busca orientar e mobilizar as Academias de Ciências para que estas se insiram nos processos nacionais de construção da Agenda 2030, em cada um dos países.

No contexto desta discussão, a represente da ABC na reunião, a Acadêmica Elisa Reis, fez um relato do simpósio "Science-Based Solutions for Poverty Eradication and Sustainable Development", organizado pela ABC e pela Academia de Ciências da China, em Pequim, em dezembro de 2017. Esta iniciativa foi organizada no âmbito do IAP Science for Poverty Eradication Committee (IAP-SPEC), presidido pela ABC, e se articula com a iniciativa focada nas ODS apoiada pela Carnegie Corporation. O passo seguinte do IAP-SPEC será a organização de um simpósio no Brasil, no segundo semestre deste ano.

As potencias iniciativas do IAP-R no futuro próximo também foram assunto do encontro. Definiu-se como prioritário um estudo que terá como foco a avaliação da pesquisa. Intitulado "Strengthening Research Evaluation: A Global Assessment and Dialogue", o estudo analisará práticas correntes de avaliação da pesquisa em diferentes partes do mundo, nas diferentes disciplinas, olhando tanto para o aspecto da avaliação do pesquisador como das instituições de pesquisa.

A iniciativa visa analisar as vantagens e desvantagens das práticas correntes de avaliação, explorar a viabilidade e o mérito de possíveis alternativas, indicar melhores práticas, recomendar procedimentos e estimular um debate global com o intuito de chamar a atenção para o problema e estimular mudanças.

Outro projeto que despertou interesse é o que tem como foco a problemática do deslocamento de populações, provocado por guerras, conflitos políticos ou desastres naturais. Esta é uma questão que tem se agravado nos anos recentes, dados os enormes deslocamentos populacionais oriundos de países do Oriente Médio, África e América Latina.

Dentre as populações deslocadas, encontram-se também profissionais altamente qualificados, como cientistas, médicos, engenheiros, professores, alunos em estágios avançados de sua formação. Os presentes à reunião destacaram que o êxodo destes talentos representa uma perda imensa, não somente para os países de onde estes saem, como também para a comunidade científica internacional.

Sobre esse aspecto, ficou acordado que estes temas serão explorados junto a agências de fomento e aos governos, que possam se sensibilizar pela questão e se interessar por financiar estudos nestas áreas. A partir do interesse de eventuais parceiros, o comitê executivo do IAP-R vai estabelecer um cronograma para a implementação destas ações.


(Ascom ABC, com informações de Marcos Cortesão)



webTexto é um sistema online da Calepino